Com medo de ser morta por ser lésbica, Lara fugiu de Moçambique para SP. ‘Nunca tive respeito por ser o que eu sou’ 

Refugiada por causa da LGBTfobia e da violência do Estado de Moçambique, Lara foi agredida e viu amigas sendo mortas e estupradas por sua sexualidade. Desde 2013, ela vive com a esposa e um filho em São Paulo.

Fonte: Com medo de ser morta por ser lésbica, Lara fugiu de Moçambique para SP. ‘Nunca tive respeito por ser o que eu sou’ – Ponte Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s