Deputada negra de Minas Gerais é atacada ao questionar brutalidade policial

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) está na sua 19ª legislatura e tem 77 parlamentares. No entanto, apenas três deputadas são negras e é a primeira vez que isso acontece na história do Estado que tem 59,9% da população negra. Na semana passada, do dia 9, dois deputados atacaram e interromperam a deputada Andréia de Jesus, 42 anos, eleita com 17.682 votos pelo PSOL.Andréia, que é educadora e advogada popular, falou sobre segurança pública e, em seguida, foi atacada e desrespeitada pelos deputados Coronel Sandro (PSL) e Bruno Engler (PRTB).“Fiz uma fala sobre o genocídio da juven

Fonte: Deputada negra de Minas Gerais é atacada ao questionar brutalidade policial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s