Cinco anos sem Luana Barbosa: PMs que a espancaram estão livres e crime pode ser arquivado

O assassinato de Luana Barbosa completa cinco anos neste dia 13 de abril de 2021. Mulher negra, lésbica, periférica e mãe, ela foi espancada por policiais militares de Ribeirão Preto (SP) e morreu aos 34 anos de idade após exigir que a revista em uma abordagem fosse realizada por uma PM do sexo feminino, procedimento previsto na lei brasileira. A violência custou a vida de Luana e o caso ainda não foi concluído judicialmente. Mesmo com mais de dez testemunhas, o processo está parado no Tribunal de Justiça e os PMs envolvidos no crime estão em liberdade.Os policiais André Donizete Camilo, Dou

Fonte: Cinco anos sem Luana Barbosa: PMs que a espancaram estão livres e crime pode ser arquivado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s